Akwavita - O Espaço da Saúde Integral
Pesquisar no site:  Pesquisar 
Acesse a página inicial da Akwavita  Fale Conosco - O seu canal de comunicação com a Akwavita  Mapa do Site
Terapias Naturais  Voltar
Terapias Naturais e Holísticas
  Marque aqui sua consulta
   Maiores informações

  Terapias Naturais e Holísticas  

Fitoterapia Chinesa

A Fitoterapia Chinesa, faz parte de um sistema médico milenar, muito, maior e mais abrangente, que é a Medicina Tradicional Chinesa. Consiste no uso de folhas, flores, frutos, raízes, cascas de plantas e também partes de animais, como ossos, para uso terapêutico.

Clique aqui para marcar uma consulta
Clique aqui para solicitar maiores informações

O diagnóstico é feito após responder à um grande questionário baseado em hábitos alimentares, histórico médico, estilo de vida, estado mental e emocional, ginecologia, exames da língua, e pulsação. Após chegar ao diagnóstico, o fitoterapeuta chinês, escolhe uma receita que mais se aproxime do quadro médico do paciente. Estas preparações levam o paciente ao equilíbrio, facilitando a digestão para que as ervas sejam bem absorvidas. 

As ervas não são ingeridas por mais de trinta dias sem uma prévia consulta com o fitoterapeuta, pois podem provocar outro desequilíbrio.

Propriedades dos medicamentos

Quatro propriedades e cinco sabores

As drogas podem ser classificadas segundo suas propriedades térmicas, ou seja: quentes, mornas, frias e geladas, e ainda pode-se falar numa quinta propriedade, a neutra. Drogas frias e geladas diferem na sua propriedade térmica apenas em grau, e na maioria têm os efeitos de dispersar o calor, eliminar o fogo, remover substâncias tóxicas, e nutrir o yin, e são usadas para curar síndromes de calor (yang). Em contrapartida, drogas de natureza morna ou quente normalmente têm os efeitos de dispersar o frio, aquecer o interior, fortalecer o yang, e tratar colapsos, e são por isto usadas para tratar síndromes de frio (yin). Drogas de natureza neutra podem ser usadas para síndromes yin ou yang.

O termo “sabor” refere-se não necessariamente à sensação no paladar causada por uma substância, nesse contexto, mas sim a uma propriedade da substância que é determinada de acordo com seus efeitos no organismo (em termos fisiológicos). Assim, o sabor de muitas drogas descritos nos textos de matéria medica são muitas vezes diferentes do gosto real das drogas. Há sete sabores: picante, doce, amargo, azedo, salgado, ausente e adstringente. Como normalmente os sabores doces e ausente coexistem, e azedo e adstringente têm os mesmos efeitos, usa-se habitualmente a expressão “cinco sabores”.

Picante: as drogas picantes têm efeitos de dispersar o agente patogênico exógeno do “exterior” do corpo e de promover a circulação do Qi (energia) e do sangue. São normalmente usadas para tratar condições leves e do exterior devido à agentes patogênicos exógenos, estagnação de qi e/ou de sangue.

Doce: têm os efeitos de nutrir, repor, tonificar ou enriquecer diferentes partes ou órgãos do corpo, normalizando a função do estômago e do baço, harmonizando os efeitos de drogas diferentes, e aliviando o espasmo e a dor. São normalmente eficientes para tratar síndromes de deficiência, tosse seca, constipação devido à secura dos intestinos, desarmonia entre o baço e o estômago, e vários tipos de dor. Além disso, também são desintoxicantes.

Azedo: têm os efeitos de induzir a adstringência e parar as perdas (de substâncias do corpo). São freqüentemente usadas para tratar suor devido à debilidade, tosse crônica, diarréia crônica, emissão seminal, espermatorréia, enurese, micção freqüente, leucorréia crônica, metrorragia ou metrotaxia.

Amargo: as drogas de sabor amargo têm os efeitos de dispersar o calor, eliminar o fogo, dominar a rebelião do qi ascendente enviando-o para baixo (para tratar tosse e vômitos), relaxar as vísceras, e eliminar a umidade. Tais drogas são usadas para síndromes de fogo, tosse com dispnéia, vômitos, constipação devido à calor-cheio, síndromes de calor-umidade, de frio-umidade e outras.

Salgado: têm efeitos de aliviar constipação por purgação, e dissolver e amaciar massas duras. São usadas para tratar fezes secas e constipação, escrófula, gota, massas abdominais e outros problemas.

Ausente: têm efeitos de expelir umidade e induzir a diurese, e são usadas normalmente para edema e disuria.

Adstringente: tem ações similares às drogas de sabor azedo.

Duas substâncias podem ter o mesmo sabor e propriedades térmicas diferentes, ou vice-versa. Menta e ephedra, por exemplo, têm ambas o sabor picante, mas a menta tem propriedade fria e a ephedra quente. Assim, a menta pode ser usada para tratar invasão por vento-calor e a ephedra invasão por vento-frio. Isto ilustra como pode-se escolher uma substância com base no seu sabor e na sua propriedade térmica.

A ação da droga (movimento)

As drogas também podem ser classificadas por suas ações no corpo em termos do movimento que causam. “Subir” significa exatamente subir e mandar para cima, “descer” significar precisamente o oposto, “flutuar” significa ir para fora ou mandar para a superfície, “afundar” significa interiorizar ou purgar.

As doenças podem localizar-se no corpo em partes diferentes (acima, abaixo, interior ou exterior), e podem ter tendências diferentes de movimento: para cima (por exemplo, vômitos), para baixo (por exemplo, diarréia), para fora (suor noturno) ou para dentro (interiorização de um fator patogênico). Desta forma, deve-se escolher as drogas em acordo com a localização da doença no corpo, mas em oposição à sua tendência de movimento.

Drogas que flutuam ou sobem têm ações “para cima” e “para fora”, e são usadas para elevar o yang, aliviar síndromes do exterior por diaforese, dispersar vento ou frio da superfície, induzir ao vômito, restaurar a consciência do paciente, etc. Drogas que descem ou afundam têm ações “para baixo” e “para dentro”, e são usadas para dispersar o calor, causar purgação, promover a micção, remover umidade, parar a subida do yang, mandar para baixo o qi rebelde a fim de parar o vômito, aliviar tosse e asma, melhorar a digestão para resolver a retenção de alimento, e tranqüilizar a mente.

As ações em termos de movimento das drogas são proximamente relacionadas com as suas propriedades e sabores. Drogas picantes e doces ou drogas quentes e mornas normalmente têm a característica de flutuar e subir, enquanto drogas amargas, azedas e salgadas têm usualmente a característica de afundar e descer. Muitas vezes o movimento de uma droga está em acordo com a sua densidade aparente ? substâncias leves tendem a flutuar e subir, substâncias pesadas tendem a afundar e descer ? mas há exceções a esta regra. E ainda, a forma de processar a substância e a presença de outras drogas numa prescrição pode facilmente influenciar seu movimento.

Toxicidade da droga

Nos textos de matéria medica Chinesa pode-se observar que algumas drogas têm a classificação de “levemente tóxicas”, “tóxicas”, “extremamente tóxicas” ou “mortalmente tóxicas”. Isto indica que mesmo dentro da dosagem terapêutica estas drogas têm o grau de toxicidade indicado pela sua classificação, e obviamente deve-se escolher uma substância alternativa. Somente em casos onde for a única alternativa de tratamento pode-se escolher uma droga dentre estas, e aplicá-la com extrema cautela.

Muitas ervas são proibidas durante a gravidez, pois podem ajudar o aborto. Não faça de maneira nenhuma a automedicação.

Um importante dado na cura, é a conscientização e o aprendizado de uma Dieta Balanceada nesta visão, pois temos alimentos que esquentam, que esfriam, que umedecem, que secam, que tonificam, que sedam, etc.

Tudo isso não perdura se a pessoa não aprender a manter este equilíbrio energético. Com isso a prática de Exercícios torna-se muito necessária, e aqui no Brasil já está em desenvolvimento algumas modalidades chinesas, como o Tai Chi, o Qi Cong, o Lian Gong, etc., Os efeitos destes exercícios também são muito positivos nos processos de cura.

Estas técnicas têm por objetivo fazer com que o organismo consiga sozinho combater as suas fragilidades e volte à normalidade. Portanto são terapias que cuidam das causas, os sintomas desaparecem pois o desequilíbrio do órgão não mais existe.

OBS: Esta técnica sempre será associada a outras, dentro do contexto de visar o equilíbrio energético da pessoa.

©2017 Net4all
Todos os direitos reservados